CSBBF-PR2018

OPAS lança campanha para prevenir câncer de colo do útero

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) lançou nesta terça-feira (27) uma campanha de comunicação para a prevenção do câncer de colo do útero, que mata mais de 34 mil mulheres por ano nas Américas e está entre as principais causas de morte por câncer entre mulheres em 23 países da região.

It is Time do End Cervical Cancer” – “É hora de acabar com o câncer de colo do útero”, em tradução livre para o português – é uma campanha para informar provedores de saúde e capacitar mulheres e meninas sobre como prevenir essa doença, diagnosticada em cerca de 72 mil mulheres a cada ano.

Fonte: OPAS/OMS

Com o slogan “Não deixe o câncer de colo do útero te deter”, a campanha fornece materiais, informações e histórias sobre a vacina contra o papilomavírus humano (HPV), causa do câncer de colo do útero, e sobre métodos de rastreamento para encorajar mulheres a fazerem seus exames regularmente para detectar lesões pré-cancerosas de forma precoce. O objetivo é evitar que o câncer impeça as mulheres de alcançarem seu máximo potencial durante a vida.

“Ao sermos informados sobre o câncer de colo do útero e como evitá-lo, podemos ajudar a garantir que as mulheres tenham uma vida saudável e produtiva”, observou o Anselm Hennis, diretor do Departamento de Doenças Não Transmissíveis e Saúde Mental da OPAS. “Nós temos as ferramentas para evitar que essa doença seja uma ameaça à saúde e ao bem-estar das mulheres, suas famílias e comunidades.”

O câncer de colo do útero pode ser prevenido com a vacinação contra o HPV e com o rastreamento. A vacina é recomendada para meninas entre 9 e 14 anos e está disponível em 35 países e territórios da região. No entanto, na maioria dos países, a taxa de cobertura vacinal contra o HPV, com as duas doses recomendadas, ainda não atingiu 80% da população-alvo.

Além de fornecer informações sobre a vacinação contra o HPV, a campanha também busca gerar consciência entre as mulheres de 30 a 49 anos sobre a importância de realizar exames de detecção do câncer de colo do útero. Estima-se que 32 milhões de mulheres na região precisam realizar o exame que, quando feito a tempo, pode salvar vidas.

Na página da campanha, há um espaço onde os profissionais de saúde podem encontrar uma série de guias e repostas a perguntas frequentes, assim como um curso virtual gratuito, que buscam fortalecer seus conhecimentos sobre o tema e melhorar a comunicação com meninas, mulheres, mães, pais e tutores na hora de promover a vacinação e os exames.

Em setembro deste ano, os ministros da saúde do continente acordaram na OPAS um plano para reduzir em um terço os novos casos e as mortes decorrentes de câncer de colo do útero na região até 2030. Para alcançar essa meta, os países preveem fortalecer a prevenção primária com a vacina contra o HPV e campanhas de informação e educação, melhorar o rastreamento e o tratamento de lesões pré-cancerosas e fortalecer o acesso aos serviços de diagnóstico, tratamento, reabilitação e cuidados paliativos.

 

 

Fonte: OPAS/OMS

https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5810:opas-lanca-campanha-para-prevenir-cancer-de-colo-do-utero&Itemid=839 

Caso não consiga fazer o download pelo botão, faça-o por aqui.

Você também vai se interessar por...